Novidades do Blog

Dê um 360° na sua coluna: Mobilize-se!

Movimento é sinônimo de saúde! A coluna tem um grande potencial de movimento, capaz de nos direcionar para diversas posições.

Alguns dos benefícios de mobilizar-se!

  • Melhorar a nutrição da cartilagem;
  • Auxiliar no processo de cicatrização;
  • Manutenção da amplitude de movimento (ADM);
  • Diminui os efeitos da imobilização prolongada;
  • Desenvolver coordenação e atividades motoras para habilidades funcionais;
  • Impedir a formação de aderências e contraturas;
  • Preservação da consciência dos padrões de movimento;
  • Manutenção da elasticidade e contratilidade muscular;
  • Auxílio do retorno venoso e linfático; evitar trombos;
  • Relaxamento;
  • Diminuir ou inibir a dor;

A coluna cervical é a região que possui maior liberdade de movimento. Pode realizar grandes flexões, extensões, flexões laterais e rotações.

A coluna torácica tem sua anatomia projetada para facilitar os movimentos de rotação e flexão.

Na porção tóraco-lombar (no final da torácica e começo da lombar) temos um grande potencial de extensão e flexão lateral.

Além de oferecer o grande benefício de hidratar a coluna e ganhar espaços internos através do alongamento axial, os movimentos de mobilização são extremamente relaxantes!

Confira a sugestão de hoje!

  •  Open Books

Deitado de lado, pernas flexionadas. Procure manter sua coluna alinhada com seus quadris e ombros e a cabeça alinhada ao restante do tronco. Braços estendidos à frente do peito. Inspire profundamente e como se fosse a “a capa de um livro” vá abrindo o braço de cima acompanhando com a rotação da cabeça e da coluna. Mantenha as pernas na mesma posição. A respiração profunda auxiliará na amplitude desse movimento.

1arotação coluna1brotação coluna1crotação coluna1drotação coluna

  • Mermaid with Twist

Sentado no solo (ou em uma cadeira ou qualquer apoio estável ), com as pernas em forma de Z (ou de qualquer outra maneira que seja mais confortável para garantir a postura de todo o corpo), coluna e braços alongados. Inspire profundamente elevando um dos braços e, como se fosse passar por cima da sua cintura, flexione lateralmente o tronco numa expiração bem profunda.

2a2b2c

Mantenha a posição e realize uma rotação da coluna, acompanhando com o olhar a sua mão por baixo do outro braço.

2d

  • Obliques Twist

Deitado de costas com braços alongados ao lado do tronco, coluna alinhada e sentindo bem o peso do sacro no solo, pernas flexionadas e ponta do dedão apoiada no solo. Movimente as duas pernas de um lado para o outro até o ponto onde suas escápulas permanecem apoiadas.

3a

3b3c

Se desejar, você pode estimular um pouco mais o controle do powerhouse e executar o movimento com as pernas em “table top”.

3d

  • Baby Swan

Deitado para baixo com braços flexionados na linha da cintura e afastados, pernas alongadas, coluna alinhada e sentindo bem o peso do osso púbico no solo. Iniciando o movimento com os olhos, trace um arco com a coluna para o alto, distribuindo o movimento por todas as vértebras e mantendo o antebraço no chão.

4a4b

Caso queria aumentar sua amplitude de movimento, aproxime os braços da cintura e estenda-os completamente.

4c

5 – Roll Down

Sentado, pernas semi flexionadas braços estendidos à frente do corpo e coluna alinhada. Deitando para trás, movimente osso por osso da coluna no solo, mantendo o máximo de espaço entre eles. Caso necessário, utilize assistência fixando os pés.

5a5b5c5d

Experimente e me conte suas sensações!

Por Viviane Vales

Compartilhe este Post

Opiniões

Os comentários aqui postados não representam nossa opinião.
A responsabilidade é exclusiva do autor da mensagem.

Dê sua Opinião