Novidades do Blog

Pilates e flexibilidade

Alcançar os pés com as pernas estendidas é o sonho de consumo de muitas pessoas quando o assunto é flexibilidade. De fato é uma postura que simboliza essa capacidade e tem sua importância, inclusive sua conquista ou proximidade dela pode servir como um termômetro dos resultados. Mas a flexibilidade vai muito além dessa imagem.
Uma definição simplificada para este tema seria a capacidade de mover as articulações em grandes amplitudes sem se lesionar. Através da contração e alongamento adequados das musculaturas e fáscias musculares podemos melhorar a flexibilidade do corpo, aumentando a amplitude de movimento de vários segmentos do organismo em diversos planos de movimento.
É muito freqüente existir pontos de tensão no corpo, podendo ser por diversos motivos, como má postura, estresse ou patologias, vindo a comprimir as articulações e órgãos, encurtando as musculaturas que envolvem a região e impedindo o bom funcionamento dos tendões, músculos e suas fibras, muitas vezes inclusive gerando dores.
O Pilates é muito eficiente para obter ganhos de flexibilidade, pois seguindo os princípios do método os movimentos acontecem através do centro de força sempre em busca do alongamento axial, o alongamento de todas as articulações do corpo, onde elas se posicionam de forma livre, alongando corretamente as fáscias e musculaturas restaurando a boa postura. Como benefício, o corpo ganha amplitude de movimento, pois há o relaxamento das estruturas tensionadas e a descompressão das articulações antes prejudicadas pela tensão.
Esta sensação de liberdade articular permitirá um relaxamento das estruturas tensas e o deslize das articulações para se movimentar de forma suave. Lembrando que este alongamento acontece na grande maioria das vezes de forma dinâmica e em todos os exercícios do método Pilates, e não apenas em exercícios específicos de alongamento. É importante ressaltar que a ativação dos músculos do centro de força pode te ajudar a perceber estes detalhes e melhorar sua execução dos exercícios.
Colocando energia em seus movimentos e se concentrando para manter o corpo sempre em crescimento axial você poderá sentir a liberdade preencher seus movimentos! Continue praticando prestando atenção em cada detalhe e sinta os benefícios do Pilates para desenvolver sua flexibilidade!

Por Samanta Ferreira Bozola
Educadora Física, professora de Pilates e treinadora dos Cursos na TcPilates. CREF 101155-G/SP

@sassafb

Compartilhe este Post

Opiniões

Os comentários aqui postados não representam nossa opinião.
A responsabilidade é exclusiva do autor da mensagem.

Dê sua Opinião